segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

FILME COLEGAS... POR ATORES DOWN

CINEMA


Filme "Colegas" é primeiro longa protagonizado por atores Down.

Produção venceu o prêmio de melhor roteiro do Festival de Paulínia de 2008 e também recebeu o Kikito de Melhor Longa Brasileiro no Festival de Gramado, em 2012

Foto: Divulgação

"As pessoas precisam se informar mais para combater o preconceito", disse Ariel Goldenberg, um dos protagonistas de "Colegas"


Inspirados pelo filme "Thelma & Louise" (1991), três jovens Down (Ariel Goldenberg, Rita Pokk e Breno Viola) apaixonados por cinema vão em busca de seus sonhos e fogem com o carro do jardineiro (Lima Duarte) da instituição em que vivem. O desenrolar da história você poderá conferir no road movie "Colegas", dirigido por Marcelo Galvão. 

Em entrevista ao EDUCAR PARA CRESCER, o cineasta carioca disse que resolveu escrever um roteiro para ser protagonizado por atores Down porque na infância convivia com um tio Down. "Sempre fui apaixonado pelo jeito como ele enxergava o mundo. A pureza, o carinho e amor que ele transmitia a todos que o cercavam, sempre de forma bem humorada, era algo que quis passar adiante", contou.

Ao colocar jovens Down como protagonistas, o filme lança luz à questão da Síndrome de Down, mas não há preocupação em discorrer sobre a importância da inclusão, pelo contrário, ele simplesmente inclui. Galvão quer fazer com que o público, ao assistir o filme, embarque em uma aventura, esquecendo que os atores principais têm síndrome de Down. "Se isso acontecer, estaremos realmente dando um grande passo para a inclusão social", espera.

Sobre o trabalho com os atores Breno Viola, Ariel Goldemberg e Rita Pokk, o diretor elogiou a desenvoltura, capacidade de concentração, dedicação e, sobretudo, a noção de responsabilidade e comprometimento deles com todos da equipe do filme.

Depois de seis anos o projeto foi finalizado, mas encontrou dificuldades para ser lançado no circuito comercial. Galvão comentou que o preconceito atrapalhou a captação de patrocínio. Ao apresentar o projeto para empresas, elas respondiam não ter interesse em associar a marca a um filme com pessoas com síndrome de Down. Para ele, isso mostra que a teoria ainda está distante da prática, já que geralmente "o discurso corporativo atual valoriza temas como responsabilidade e inclusão social", desabafa.

O filme levou o Kikito de Melhor Longa-metragem Brasileiro no Festival de Gramado 2012, além de ser premiado também com o Kikito de Melhor Direção de Arte e com um prêmio especial concedido pelo júri a cada um dos três protagonistas. Felizmente, o filme já tem data de estreia: 01 de março de 2013, distribuído pela Europa Filmes.

O EDUCAR PARA CRESCER conversou com Ariel Goldemberg, ator que dá vida a Stalone, garoto que sonha em ver o mar. Confira:

ATUALIZAÇÃO: Ariel Goldemberg é muito fã do Sean Penn e seu sonho é que o ator americano venha assistir a estreia de seu filme, no dia 1º de março. Se você, como nós, quer apoiar o sonho do Ariel, assista ao vídeo e compartilhe nas redes sociais.

0 comentários:

Postar um comentário