terça-feira, 29 de maio de 2012

FESTIVAL DE TEATRO DE MARINGÁ NÓS VAMOS!



 PROGRAMAÇÃO


CERIMONIAL DE ABERTURA

Dia 01.06.12 com inicio as 20:30 horas 
no teatro Municipal Calil Haddad.

Data: 01.06.12 (Sexta) 
Espetáculo: Sobre Anjos e Grilos
Grupo: CIA. DE SOLOS E BEM ACOMPANHADOS (Porto Alegre-RS)
Local: TEATRO CALIL HADDAD 
Horário: 21:00  horas                             
INGRESSOS: ENTRADA FRANCA

* Retirar o convite no local, a bilheteria abrirá uma hora antes da apresentação.


Sobre anjos & grilos: O Universo de Mário Quintana é um espetáculo híbrido/cômico/lírico/poético, no qual a atriz Deborah Finocchiaro, numa junção entre a fala, o gesto, a poesia, as artes plásticas e a música, conta, interpreta e canta textos, poemas e trechos de entrevistas de Mário Quintana, falando sobre o amor, a morte, os acordos sociais, a guerra, o progresso, a destruição do meio ambiente, o consumo, a mídia, as religiões e, principalmente, a valorização da vida.


Data: 02.06.12 (Sábado) 
Espetáculo: A Cidade de Martin Crimp
Grupo: INOMINÁVEL COMPANHIA DE TEATRO (Curitiba-PR)
Local: OFICINA DE TEATRO UEM
Horário: 21:00 horas             
INGRESSOS: R$ 10,00 (Inteira) - R$ 5,00 (Meia entrada)

* A bilheteria abrirá uma hora antes da apresentação.


A cidade de Martin Crimp: O texto expõe um problema insolúvel. Mas não questionaria assim a nossa própria condição de espectadores no teatro. No teatro, acreditamos no que vemos mesmo sabendo que é tudo falso, não é mesmo? Eu exploro o ilusionismo do teatro enquanto o utilizo à minha maneira: desconfiando dele, desafiando-o. Em A Cidade se propõe também uma reflexão sobre o nosso mundo de aparências, repleto de telas midiáticas, seduzido por políticas superficiais, que perderam toda profundidade, toda noção de engajamento. Eu busquei uma forma que traduzisse, na própria escritura, esse desdobramento em direção a uma sociedade superficial. Eu parti da situação banal de um casal com duas crianças, e depois eu me aprofundei nos interstícios, por detrás das imagens,  para atingir as regiões mais submersas.




Data: 03.06.12 (Domingo) 
Espetáculo: ANA PAZ  
Grupo: GABRIELA RABELO NÚCLEO ZIRKUS (São Paulo-SP)
Local: OFICINA DE TEATRO UEM  
Horário: 21:00 horas
INGRESSOS: R$ 10,00 (Inteira) - R$ 5,00 (Meia entrada)
* A bilheteria abrirá uma hora antes da apresentação.





Ana Paz: é uma personagem (uma garotinha de 8 anos) que surge inesperadamente para uma escritora que escreve a primeira cena do livro de uma vez só. Mas a garotinha desaparece. Um tempo depois a mesma coisa acontece com uma moça e uma velha, além de vários outros personagens ligados a elas. Eles entram e saem da vida da escritora que, na angústia da criação, procura entendê-los e encontrar sua lógica. A peça alterna a história de Ana Paz (que aparece em trêsfases diferentes de sua vida) com o processo da escrita do livro. É uma história que salienta a importância das memórias, tanto as pessoais quanto as coletivas, na vida e na criação artística. E a emoção é o principal canal por onde todas as histórias navegam.

Data: 04.06.12 (Segunda)  

Espetáculo: ERRAR É UMANO 
Grupo: CIA. SINEQUANON (Rio de Janeiro)
Local: CAMPUS DA UEM (EM FRENTE A BIBLIOTECA)
Horário: 14:00 horas            
INGRESSOS: ENTRADA FRANCA

* EM CASO DE CHUVA SERÁ REALIZADO NA OFICINA DE TEATRO UEM

* Retirar o convite no local, a bilheteria abrirá uma hora antes da apresentação.





Errar é Umano: por meio da linguagem circo-teatro de rua, conta a história da humanidade em quadros cômicos e intervenções circenses ao redor de experimentos e brinquedos que saem de um interessante carro performático usado como base do grupo para cenários, oficinas e divulgação. “Errar é Umano”.



Data: 05.06.12 (Terça) 
Espetáculo: ERRAR É UMANO 
Grupo: CIA. SINEQUANON (Rio de Janeiro)
Local: PRAÇA NAPOLEÃO MOREIRA SILVA (Em frente a Pernambucanas)
Horário: 14:00 horas
INGRESSOS: ENTRADA FRANCA

* EM CASO DE CHUVA SERÁ REALIZADO NO TEATRO BARRACÃO
* Retirar o convite no local, a bilheteria abrirá uma hora antes da apresentação.





Errar é Umano: por meio da linguagem circo-teatro de rua, conta a história da humanidade em quadros cômicos e intervenções circenses ao redor de experimentos e brinquedos que saem de um interessante carro performático usado como base do grupo para cenários, oficinas e divulgação. “Errar é Umano”




Data: 06.06.12 (Quarta)  
Espetáculo: VIÉS  
Grupo: CIA. L2 (Londrina-PR)
Local: TEATRO BARRACÃO 
Horário:  20:30 horas                 
INGRESSOS: ENTRADA FRANCA

* Retirar o convite no local, a bilheteria abrirá uma hora antes da apresentação.


VIÉS: é uma representação de sensações. Relaciona questões da criação artísticas através de caminhos físicos e emocionais: Rotas, atalhos, melancolia, angústia,...A coreografia permite expressar a dúvida e a reflexão por meio de movimentos, trechos da literatura, falas dos próprios atores e dizeres colhidos do cotidiano de transeuntes. A construção dramática (em doze quadros que são encadeados a partir do conceito viés) é apresentada como reinvenção do movimento, como rompimento da imparcialidade.






Data: 07.06.12 (Quinta)  
Espetáculo: QUAL A GRAÇA DA LAURINDA? 
Grupo:  ALEXANDRE SIMIONE E GERSON BERNARDES (Londrina-PR)
Local: PARQUE DO INGÁ
Horário: 14:00 horas
INGRESSOS: ENTRADA FRANCA

* EM CASO DE CHUVA SERÁ REALIZADO NO TEATRO BARRACÃO
* Retirar o convite no local, a bilheteria abrirá uma hora antes da apresentação.

Qual a graça de Laurinda?: Dois palhaços disputam o coração de uma palhaça, a qual nem existe de verdade, mas na fantasia da dupla. Tudo de improvável que eles poderiam aprontar para conquistar a amada imaginária foi reunido no roteiro do espetáculo ''Qual a graça de Laurinda?'', que os atores Alexandre Simioni e Gerson Bernardes encenam a partir de hoje em uma série de apresentações ao ar livre em várias praças de Londrina. A estreia será ao meio-dia na Praça Marechal Floriano Peixoto, a popular Praça da Bandeira, localizada entre a Catedral e o Calçadão. A montagem, concebida para todas as idades, incorpora a linguagem do desenho animado. Não traz diálogos, mas mímica e muita movimentação dos atores. ''Mereceu'' e ''Lambreta'' são os dois palhaços apaixonados. ''Laurinda Graça'' é a palhaça famosa por quem a dupla de marmanjos arrasta asas. Só que eles só a conhecem através de uma foto de jornal.

Data: 08.06.12 (Sexta)

Espetáculo: Spirulina em Spathódea 
Grupo: NA COMPANHIA DOS ANJOS (São Paulo)
Local: TEATRO BARRACÃO 
Horário: 21:00 horas
INGRESSOS: ENTRADA FRANCA
 
* Retirar o convite no local, a bilheteria abrirá uma hora antes da apresentação.










Spirulina em Spathódea: Não é tragédia. Não é drama. Não é espera. Já é. É comédia, porque deixa tudo no mesmo lugar, das mil possibilidades. É feliz apesar da tristeza senhora. É o que acontece. Aqui agora. Um pretexto. Uma brincadeira. Também é vida. Mesmo que precária, é vida. E vai dizer que não? É o lugar de Spathódea, o coração (Silvia Leblon).


Data: 09-06-12 (Sábado) 
Espetáculo: Instantâneos 
Grupo: CIA BONDRÉS (Rio de Janeiro)
Local: TEATRO BARRACÃO 
Horário: 21:00 horas
INGRESSOS: ENTRADA FRANCA

* Retirar o convite no local, a bilheteria abrirá uma hora antes da apresentação.


Instantâneos: Inspirado no Topeng teatro/dança dos rituais de Bali e no teatro popular brasileiro, mas avança para o futuro, respondendo às evoluções do espaço cênico de hoje. Investiga em sua encenação o princípio artesanal desses dois universos, suas cores vibrantes e seus ritmos tradicionais. O espetáculo aborda o ser humano e suas relações através de situações cotidianas. No palco cinco atores vivem diferentes máscaras, revelando de forma simples e lúdica a maneira como habitamos o mundo. Instantes de vida. Resultado de uma pesquisa sobre objeto manipulado, o cenário habita o palco de maneira ágil e lúdica. Objetos são manipulados, ora por varas, ora sobre rodas. Como o espetáculo não se fundamenta no uso de palavra e do diálogo, a música tocada ao vivo, assume papel fundamental na narrativa, garantindo seu lugar junto aos atores. Instrumentos asiáticos como o gamelão e instrumentos brasileiros e africanos (cavaquinho, conga, alfaia, pandeiro e marimbas) se integram, propondo pesquisa de ritmos populares criando uma orquestra de instrumentos tocados por músicos e também pelos atores.

Data: 10-06-12 (Domingo) 
Espetáculo: Lullaby  
Grupo: TOU  (Londrina-PR)
Local: OFICINA DE TEATRO DA UEM 
Horário: 21:00 horas
INGRESSOS:  R$ 10,00 (Inteira) - R$ 5,00 (Meia entrada)

* Retirar o convite no local, a bilheteria abrirá uma hora antes da apresentação.


Lullaby:Pode ser uma canção ingênua ou canção de embalar bebês ou enfim, canção de ninar como é conhecida usualmente. De qualquer modo, trata-se de uma melodia simples e monótona. Algo que está presente no processo de dormir. O espetáculo Lullaby, de algum modo, ronda essa atmosfera... e, assim, pode ser uma simples melodia visual e monótona, do tempo passado e do passar do tempo. Uma velha que colecionava sombras, uma bailarina e seu teatro no deserto, uma cadeira morta, uma caixa, o vento.
O processo de criação desse trabalho, estranha duas histórias: “O Teatro de Sombras de Ofélia”, texto de Michel Ende, que apresenta à criança, algumas questões que se farão mais presentes no decorrer da vida: a velhice e a morte; e, uma espécie de lembrança imaginada de Marta Becket, a velha bailarina que se depara acidentalmente, com uma cidade fantasma em Death Valley Junction, na Califórnia e, ali, encontra sua possibilidade de vida e de teatro, nomeado por ela de “Amargosa Opera House”.
Lullaby investiga imagens, objetos e relações presentes na velhice, na morte e na solidão dessas histórias (e descobre outras também!). Interessa ao trabalho, a possibilidade de caracterizar a cena focando, especialmente, sua feitura: uma colagem cênica de elementos distintos, aparentemente fragmentados e, que são reconhecidos por certos processos do pensamento.

Data: 11.06.12 (Segunda) 
Espetáculo: As Aventuras de uma Viúva Alucinada 
Grupo: MUNDARÉU (Curitiba - PR)
Local: PRAÇA RAPOSO TAVARES 
Horário: 16:00 horas
INGRESSOS: ENTRADA FRANCA 
* EM CASO DE CHUVA SERÁ REALIZADO NO TEATRO BARRACÃO
* Retirar o convite no local, a bilheteria abrirá uma hora antes da apresentação.


As aventuras de uma viúva alucinada:Uma saliente viúva alucinada com as dificuldades da vida e a falta de seu marido procura ajuda de um velho compadre, o professor Tiridá, que tudo faz para ela se alegrar e cair com ele no "samba". Ele acaba conseguindo, só que desse momento em diante a viúva não para mais de "dançar", desafiando a tudo e a todos, só conseguindo "parêia" com o Satanás, que óbvio, quer levá-la para o inferno!
Data: 12.06.12 (Terça) 
Espetáculo: O Cego e o Louco  
Grupo: CIA CASCUDO (Minas Gerais)
Local: OFICINA DE TEATRO DA UEM 
Horário: 21:00 horas
INGRESSOS:  R$ 10,00 (Inteira) - R$ 5,00 (Meia entrada)


* Retirar o convite no local, a bilheteria abrirá uma hora antes da apresentação.


O cego e o louco: Texto da dramaturga baiana Cláudia Barral, a peça é dirigida por Rodrigo Portella, produzida por Santo Expedito e tem no elenco Gibran Lamha e Samir Hauaji. Na montagem, dois personagens estão em cena, sendo um deles cego. Os irmãos Lázaro e Nestor esperam uma visita que não chega. Nesta espera, a cegueira e a loucura de cada um, vai sendo revelada. O humor, também presente no texto, menos diverte que enfatiza o trágico destino desses dois perturbadores personagens.


Data: 13.06.12 (Quarta) 
Espetáculo: Viés  
Grupo: CIA L2 (Londrina - PR)
Local: TEATRO BARRACÃO
Horário: 20:30 horas
INGRESSOS: ENTRADA FRANCA

* Retirar o convite no local, a bilheteria abrirá uma hora antes da apresentação.

VIÉS: é uma representação de sensações. Relaciona questões da criação artísticas através de caminhos físicos e emocionais: Rotas, atalhos, melancolia, angústia,...A coreografia permite expressar a dúvida e a reflexão por meio de movimentos, trechos da literatura, falas dos próprios atores e dizeres colhidos do cotidiano de transeuntes. A construção dramática (em doze quadros que são encadeados a partir do conceito viés) é apresentada como reinvenção do movimento, como rompimento da imparcialidade.




Data: 14.06.12 (Quinta) 
Espetáculo: Antes Solo do que Malacompanhado 
Grupo: CIA CIRCUNSTÂNCIA (Belo Horizonte - MG)
Local: CAMPUS UEM (EM FRENTE A BIBLIOTECA)
INGRESSOS: ENTRADA FRANCA

* EM CASO DE CHUVA SERÁ REALIZADO NA OFICINA DE TEATRO UEM 

* Retirar o convite no local, a bilheteria abrirá uma hora antes da apresentação.


Antes Solo do que Malacompanhado: Apresentando números que envolvem malabarismo, acrobacias, mágica, equilibrismo, em meio a improvisações o palhaço vai criando uma relação de cumplicidade com sua platéia. Alegria Também vem se desafiando a cada apresentação, improvisando e decidindo o que vai fazer no calor da cena.Esta prontidão para o jogo tanto do artista como do público é o combustível essencial neste jogo fascinante que é uma roda de palhaço.Uma característica marcante deste espetáculo é que predominam números com participação de crianças e do público adulto também. De forma voluntária e descontraída acabam se tornando atrações mais que especiais.

Data: 15.06.12 (Sexta) 
Espetáculo: A Pereira da Tia Miséria 
Grupo: Núcleo Ás de Paus (Londrina-PR)
Local: TEATRO BARRACÃO
Horário: 21:00 horas
INGRESSOS: ENTRADA FRANCA


* Retirar o convite no local, a bilheteria abrirá uma hora antes da apresentação.






A Pereira da Tia Miséria: A Fome personificou-se em uma criança nascida da Miséria que todas as pessoas temem, separou-se de sua mãe e, desde então, percorre o mundo, trazendo o sofrimento a todos. O ser humano, naturalmente, conhece a Fome, porém é sempre preferível saciá-la e não pensar no que pode acontecer se ela chegar a seu ponto extremo. A Morte tão temida por todos, é naturalmente necessária para um mundo em que novas possibilidades não param de nascer. Tia Miséria, no dia em que deveria morrer, engana a Morte, que acaba ficando presa em sua árvore e, em um acordo feito diante do olhar de todos, decide viver, ingenuamente procurando pelo seu filho para, só então, deixarem este lugar que nunca os quis.” - Esta é a sinopse do primeiro espetáculo do Núcleo Ás de Paus que, desde sua estréia tem percorrido diversos estados brasileiros.

Data: 15.06.12 (Sexta) 
Espetáculo: Agora e na hora de nossa hora 
Grupo: EDUARDO OKAMOTO (Campinas - SP)
Local: OFICINA DE TEATRO DA UEM 
Horário: 23:00 horas
INGRESSOS: R$ 10,00 (Inteira) - R$ 5,00 (Meia entrada)

* Retirar o convite no local, a bilheteria abrirá uma hora antes da apresentação.

 
Agora e na hora de nossa hora:  Conta a história de Pedrinha, um sobrevivente da Chacina da Candelária que assiste ao assassinato de oito meninos em situação de rua. O espetáculo não é um documentário e conta com outra inspiração, como Macário, conto do mexicano Juan Rulfo. Na montagem, o protagonista está junto de um bueiro esperando os ratos saírem. Para ele, o barulho dos ratos não deixou os policiais dormirem e por isso a matança. Ao ouvirem os tiros, todos os meninos saíram correndo, menos ele que ficou quieto e escondido.
Data: 16.06.12 (Sábado) 
Espetáculo: Relicários  
Grupo: FERNANDO STRÁTICO (Londrina - PR)
Local: TEATRO BARRACÃO 
Horário: 21:00 horas
INGRESSOS: R$ 10,00 (Inteira) - R$ 5,00 (Meia entrada)


* Retirar o convite no local, a bilheteria abrirá uma hora antes da apresentação.

Relicários: O resultado apresenta um trabalho centrado na dramaturgia corporal e vocal, e na relação íntima com o público, que, ao contrário de apenas contemplar o espetáculo, vê-se inserido na encenação. A música e a sonoplastia foram, em grande parte, criadas pelo grupo e são elementos marcantes do espetáculo. O entrelaçamento de cenas, personagens e tramas se descortina ao ritmo e melodia de paisagens sonoras que evocam a atmosfera do lugar. O cenário foi construído com objetos antigos, formando uma espécie de instalação que convida o público a desvendar e explorar o universo e presenças sutis de personagens e também de pessoas reais.
 

0 comentários:

Postar um comentário